Santiago Montejo, Julio Carrasco y Guillermo Arrien en la inauguración de las nuevas instalaciones

Nuevas reformas en la fábrica de Marín, permiten a Marfrío descargar más de 17.0000 toneladas de atún al año

Com um ato informal, com a presença dos diretores gerais de Marfrío e Atunlo, o presidente e diretor da Autoridade Portuária de Marín e membros dos conselhos de ambas as empresas, além de sócios armadores; inauguraram as suas novas instalações para as quais foram investidos 1,4 milhões de euros.

Santiago Montejo, Julio Carrasco y Guillermo Arrien en la inauguración de las nuevas instalaciones
Santiago Montejo, Julio Carrasco e Guillermo Arrien na inauguração das novas instalações.

Está prevista uma movimentação anual mínima de 17 mil toneladas de atum, que o grupo espera dobrar em um ano.

Esse investimento afeta o cais de carga e a capacidade de refrigeração que a Marfrío independizou para ganhar operações. Permite que comerciantes de qualquer parte do mundo atraquem em frente ao navio que a empresa tem em Marin, para procederem à descarga e classificação. Mantê-los em seu armazenamento a frio até que saiam novamente de Marín para processamento em fábricas e Lomeras no norte da Espanha.

Equipo Marfrio y Atunlo en la inauguración del muelle de carga de Marfrio S.A.
Carretillero trabajando en la descarga de atún

EstaEsta atividade coloca a Marfrío como um centro logístico no norte da Espanha para a distribuição de atum e outros peixes a granel.

Alguns fatos de investimento

Está prevista uma movimentação anual mínima de 17 mil toneladas de atum, que o grupo espera dobrar em um ano.
A descarga será realizada em frente aos 140 metros lineares de amarração em frente à plataforma de Marín.
Uma média de 80 a 90 empregos diretos serão criados a cada download.

Você pode ver a notícia completa em: El Diario de Pontevedra e na La Voz de Galicia.

Compartilhar no:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Você também pode estar interessado...